Explosão em Bagdá deixa ao menos 16 mortos

BAGDÁ/TIKRIT (Reuters) - Ao menos 16 pessoas foram mortas por um carro-bomba em uma praça movimentada de Sadr City, em Bagdá, nesta segunda-feira, enquanto ataques do Estado Islâmico contra posições militares ao norte da capital mataram 16 combatentes pró-governo, disseram fontes.

Não houve reivindicação de responsabilidade de imediato pela explosão, que também feriu mais de 40 pessoas, mas o Estado Islâmico costuma atacar áreas civis da capital iraquiana, mesmo após ter perdido a maior parte do território que tomou em 2014 no norte e no oeste do país.

Três bombas mataram 29 pessoas em Bagdá no sábado, e um ataque perto da cidade de Najaf, ao sul, no domingo, deixou sete policiais mortos.

Forças iraquianas apoiadas pelos Estados Unidos estão atualmente travando uma batalha contra o Estado Islâmico para expulsar o grupo militante sunita da cidade de Mosul, o último reduto dos jihadistas no país. As forças do governo, no entanto, enfrentam forte resistência.

(Reportagem de Kareem Raheem e Ghazwan Hassan, em Tikrit)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos