Mercados de petróleo fecham em baixa de mais de 2% por dólar forte

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo recuaram mais de 2 por cento na primeira sessão de 2017, caindo de uma máxima de 18 meses alcançada no início do pregão, à medida que o dólar dos Estados Unidos subiu para seu maior nível desde 2002 e com operadores realizando lucros.

O petróleo Brent caiu 1,35 dólar, ou 2,4 por cento, e encerrou a 55,47 dólares por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos fechou em queda de 1,39 dólar, ou 2,6 por cento, a 52,33 dólares por barril, seu menor fechamento em duas semanas.

Antes do declínio, ambos os contratos tocaram seus maiores níveis desde julho de 2015 por expectativas de que um acordo entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros grandes exportadores para reduzir a produção, que entrou em vigor no domingo, diminuirá um excedente global. O Brent alcançou 58,37 dólares e o WTI alcançou 55,24 dólares.

A volatilidade ampliou a diferença entre a máxima e mínima do dia para ambos os contratos para seu maior valor desde 30 de novembro, com o WTI a 3,13 dólares e o Brent a 3,07 dólares.

"É difícil justificar uma variação tão grande assim em um só dia. O dólar mais forte certamente teve participação no declínio e também o WTI atingindo 55 dólares por barril, o que deve ter desencadeado muita realização de lucros", disse James Williams, presidente da consultoria de energia WTRG Economics, no Arkansas.

(Por Scott DiSavino; reportagem adicional de Christopher Johnson e Jane Chung)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos