Museu de Londres se despede do dinossauro Dippy

(Reuters) - O Museu de História Natural de Londres se despediu nesta quarta-feira de sua exibição mais famosa, Dippy o diplodoco, após quase quatro décadas de boas-vindas do dinossauro aos visitantes antes de ser desmontado para uma turnê nacional pelo Reino Unido.

Por 35 anos, o enorme esqueleto de 4,25 metros de altura e 21 metros de comprimento foi a primeira imagem que os visitantes observavam quando passavam pela entrada principal do museu.

Na quinta-feira, uma equipe começará o processo para desmontar Dippy, que deve durar três semanas, antes que os preservadores passem 12 meses preparando os delicados moldes de gesso para a jornada ao redor da Inglaterra, onde será exibido em oito locais de 2018 até 2020.

Até o final de 2020, um molde de Dippy feito em bronze será exibido do lado de fora do museu.

O industrial norte-americano Andrew Carnegie, nascido na Escócia, presenteou o museu originalmente com os 292 moldes de ossos em 1905, e o esqueleto ele esteve em posição de destaque, na entrada principal, desde 1979.

Dippy será substituído por um esqueleto real, de 25,2 metros de uma baleia azul, como parte de uma grande reforma.

O Diplodoco foi identificado como um novo tipo de dinossauro em 1878 pelo professor Othniel C. Marsh, da Universidade de Yale.

A espécie herbívora viveu aproximadamente entre 156 e 145 milhões de anos atrás e pertence a um grupo chamado saurópodes, que significa “pés de lagartixa”.

(Por Michael Holden)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos