Startup chinesa de compartilhamento de bicicletas Mobike capta US$215 mi

PEQUIM (Reuters) - A startup chinesa de compartilhamento de bicicletas Mobike levantou 215 milhões de dólares em uma rodada de financiamento liderada pela Tencent Holdings e pela Warburg Pincus.

Fundada em 2015, a empresa é uma das muitas que oferece esse tipo de serviço na China, permitindo aos usuários encontrar, destravar e pagar pelo aluguel de bicicletas por meio de aplicativo no smarthphone.

Os novos investidores incluem a companhia chinesa de viagens Ctrip.com International, a firma de private equity TPG Capital e o Huazhou Hotels Group, informou a Mobike em comunicado divulgado nesta quarta-feira.

A Mobike, que não revelou seu atual valor de mercado, pretende atender à demanda de trabalhadores chineses que buscam uma alternativa ao congestionamento das rodovias e ao transporte público nas maiores cidades do país.

Os aplicativos de compartilhamento de bikes floresceram no ano passado, apesar dos investimentos em outras startups de economia compartilhada terem esfriado.

A ofo, uma das principais rivais da Mobike, recentemente captou 130 milhões de dólares de investidores que incluem a Xiaomi Inc e a Didi Chuxing.

"Nosso investimento na Mobike demonstra nosso compromisso em sustentar o desenvolvimento da economia compartilhada e cidades inteligentes na China", disse o presidente e executivo-chefe da Tencent,Pony Ma, no comunicado.

(Por Cate Cadell)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos