Argentina elimina prazo mínimo de permanência de capital estrangeiro no país

BUENOS AIRES (Reuters) - O governo da Argentina acabou com o período mínimo que o capital estrangeiro deveria permanecer no país, de acordo com decreto publicado no diário oficial nesta quinta-feira, a fim de atrair investimentos para uma economia em recessão.

O Ministério da Fazenda disse em um comunicado que havia eliminado "a última barreira à entrada de capital estrangeiro".

Anteriormente, os investidores tinham que esperar 120 dias para repatriar fundos aplicados na Argentina.

A medida foi uma das primeiras assinadas pelo ministro da Fazenda, Nicolás Dujovne, que tomou posse esta semana, um ano após o início do mandato do presidente de centro-direita Maurício Macri.

(Por Hernán Nessi e Caroline Stauffer)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos