Preços do petróleo sobem após cortes na produção saudita ofuscarem alta nos estoques dos EUA

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo subiram nesta quinta-feira em sessão volátil, sustentados por notícias de que a Arábia Saudita havia cortado a produção para cumprir com o acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e após os preços terem caído por dados que mostraram um crescimento inesperado nos estoques de gasolina e derivados nos Estados Unidos.

O petróleo dos EUA teve alta de 0,50 dólar, ou 0,9 por cento, a 53,76 dólares por barril. O petróleo Brent subiu 0,43 dólar, ou 0,8 por cento, e encerrou a 56,89 dólares por barril, após tocar uma máxima de sessão de 57,35 dólares.

A Arábia Saudita cortou a produção de petróleo de janeiro em ao menos 486 mil barris por dia, para 10,06 milhões de barris por dia, segundo uma fonte do Golfo familiarizada com a política saudita. Isso significa que o maior produtor de petróleo do mundo está cumprindo sua parte do acordo da Opep.

Isso impulsionou os preços, que haviam caído após o governo dos EUA reportar forte alta de estoques de petróleo e derivados.

O petróleo já subiu 23 por cento desde meados de novembro, com especuladores montando posições compradas nas últimas semanas em antecipação aos cortes da Opep.

(Por David Gaffen)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos