Times da China precisam de teto de salários e desenvolver jovens talentos, diz autoridade

XANGAI (Reuters) - Os clubes de futebol da China precisam estabelecer limites para os salários dos jogadores contratados e criar fundos especiais para desenvolver talentos próprios, disse nesta quinta-feira um porta-voz da autoridade esportiva do país à imprensa estatal.

Liderada pelo presidente Xi Jinping, um apaixonado por futebol, a China está utilizando seu poderio financeiro para investir em clubes internacionais, como a Inter de Milão, e as próprias equipes do país estão gastando em peso para atrair jogadores de renome para a liga chinesa.

Na mais recente grande transferência, o Shanghai SIPG contratou o brasileiro Oscar, do Chelsea, em um acordo que fará do meia o jogador mais bem pago do mundo, de acordo com a mídia britânica.

Mas a agência de notícias estatal Xinhua disse nesta quinta-feira que os clubes chineses estão “queimando dinheiro” na aquisição de caros talentos internacionais, com altíssimos salários, ao passo que negligenciam o desenvolvimento de jogadores do país. 

Segundo a agência, um porta-voz não identificado da Administração Geral Esportiva da China disse que o país precisa criar novas medidas para encorajar o desenvolvimento de talentos próprios.

“Estabelecer um limite de gastos com a aquisição de jogadores e para salários de jogadores... e conduzir pesquisa para a utilização de parte dos gastos dos clubes com contratações de alto custo para criar um fundo de desenvolvimento futebolístico a ser usado no treinamento de jovens”, disse o porta-voz à agência. 

Para ajudar a cultivar “clubes centenários” arraigados em comunidades locais, a China precisa colocar suas equipes sob uma rigorosa supervisão financeira, e clubes seriamente insolventes devem ser removidos da liga, disse o porta-voz.

Ele até mesmo sugeriu que autoridades podem ajustar a maneira como os pontos são concedidos em cada jogo a fim de encorajar talentos nativos a terem um papel maior nas partidas, embora não tenha dado detalhes sobre como isso poderia funcionar.

(Por David Stanway)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos