Forças iraquianas avançam contra Estado Islâmico em Mosul e chegam à margem leste do rio Tigre

MOSUL (Reuters) - As forças especiais iraquianas alcançaram neste domingo a margem leste do rio Tigre, em Mosul, pela primeira vez em um ataque contra o Estado Islâmico apoiado pelos Estados Unidos, entrando em confronto com militantes perto da área histórica da cidade, disseram autoridades militares.

Unidades do serviço antiterrorismo de elite (CTS, na sigla em inglês) chegaram a uma ponte sobre o rio Tigre que havia sido danificada em combate, informou o porta-voz do CTS Sabah al-Numan.

É a primeira vez que as forças iraquianas alcançam o rio desde que a operação para expulsar o Estado Islâmico de Mosul teve início, em outubro. Até agora, as forças iraquianas haviam penetrado apenas os distritos a leste da cidade, dividida em duas partes pelo rio. Mosul é o último reduto do Estado Islâmico no Iraque.

As forças CTS eram apoiadas por ataques aéreos dos Estados Unidos enquanto combatiam militantes do grupo extremista em um local histórico próximo dali, contou uma autoridade.

"Esta manhã tropas CTS avançaram em duas direções rumo aos distritos de Baladiyat e Sukkar", disse o general-tenente Abdelwahab al-Saadi. "Durante o avanço, Daesh (o Estado Islâmico) tentou nos confrontar a partir do monte histórico", acrescentou, aparentemente referindo-se à montanha localizada próximo às ruínas da antiga cidade de Nineveh, a leste do rio Tigre dentro de Mosul. 

(Por Stephen Kalin, em Mosul, e Ahmed Rasheed, em Bagdá)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos