Diretor do FBI não diz se há investigação sobre contatos de associados de Trump com a Rússia

WASHINGTON (Reuters) - O diretor do FBI, James Comey, se negou a comentar se o FBI tem investigado alguma ligação entre associados do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, com a Rússia, afirmando que não pode discutir o assunto em um fórum público.

O senador democrata Ron Wyden pediu a Comey para que forneça uma resposta antes de 20 de janeiro, dia da posse de Trump na Presidência da República. Mas Comey disse não estar seguro se poderia fornecer qualquer resposta a essa questão publicamente.

(Reportagem de Dustin Volz e Jonathan Landay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos