Polícia turca mata suposto homem-bomba no sul do país

ISTAMBUL (Reuters) - A polícia turca matou um homem suspeito de ser um agressor suicida que tentava entrar na principal delegacia da cidade de Gaziantep, sudeste do país, nesta terça-feira, disse um representante das forças de segurança à Reuters. 

Canais de televisão relataram que um tiroteio irrompeu em frente ao complexo, e que ambulâncias haviam sido enviadas para o local.

Testemunhas disseram que um policial ficou ferido no incidente, ao passo  que um morto, possivelmente o agressor, estava no chão em frente à delegacia, de acordo com a agência de notícias Dogan. 

Este foi o mais recente em uma série de incidentes violentos que abalaram a Turquia no último ano. Na virada do Ano Novo, um homem armado matou 39 pessoas dentro de uma popular boate em Istambul, em um ataque reivindicado por militantes do Estado Islâmico.

Quatro dias depois, agressores, os quais, segundo autoridades, eram militantes curdos, entraram em confronto com a polícia e detonaram um carro-bomba no oeste da Turquia, matando um policial e um funcionário judicial.

(Por Daren Butler)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos