Filipinas esperam que "código de conduta" sobre Mar do Sul da China esteja pronto neste ano

MANILA (Reuters) - As Filipinas, buscando melhorar a relação com a China, esperam que um plano de trabalho para a criação de um código de conduta no disputado Mar do Sul da China esteja completo em meados deste ano, disse o ministro de Relações Exteriores nesta quarta-feira.

Perfecto Yasay disse que o código ajudaria a reduzir as tensões nas águas, onde a China começou a militarizar ilhas artificiais após as Filipinas terem entrado com um pedido de arbitragem contra Pequim em Haia.

O tribunal decidiu no ano passado a favor de Manila, recusando as reivindicações da China sobre a região. Mas a decisão não estará na agenda da cúpula da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean, na sigla em inglês), disse um representante das Filipinas na semana passada.

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, reiterou no mês passado querer evitar confronto com a China e disse não ver necessidade de pressionar Pequim a cumprir a decisão da corte.

O código de conduta garantiria que membros da Asean e a China sigam processos legais e diplomáticos na resolução de disputas territoriais, disse Yasay. 

O vice-ministro de Relações Exteriores da China, Liu Zhenmin, estava negociando com a Asean a fim de completar um plano de trabalho preliminar no primeiro semestre, mas alertou que o próximo estágio de consultas pode ser “mais árduo”.

(Por Manuel Mogato, em Manila, e Michael Martina, em Pequim)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos