Temer comemora corte surpreendente dos juros pelo Copom e vê condições para retomada econômica

(Reuters) - O presidente Michel Temer comemorou a decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central de reduzir a taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual, e disse que estão dadas as condições para a retomada da economia e da criação de empregos.

"A decisão do Banco Central, que delibera de forma independente e com base em elementos exclusivamente técnicos, respalda a convicção do Presidente Michel Temer no sentido de que estão dados os elementos para uma retomada do crescimento econômico e da criação de novos empregos ao longo do ano", afirma do Palácio do Planalto.

"Abre-se espaço para que a taxa de juros seja gradualmente reduzida, de modo responsável, consistente e sustentável", acrescenta a nota do Palácio do Planalto.

O corte da taxa Selic para 13,0 por cento ao ano pelo Copom surpreendeu o mercado, que esperava uma redução de 0,50 ponto percentual.

Temer vinha dizendo esperar uma queda dos juros, como na última segunda-feira, quando disse não desejar "dar palpite nessa área, que é uma área muito delicada", mas afirmou que "certa e seguramente com a inflação caindo, naturalmente os juros irão cair".

(Por Alexandre Caverni)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos