Um terço dos consumidores estão aptos a usar serviços de banco de Google, Amazon e Facebook

NOVA YORK (Reuters) - Um em cada rês consumidores do setor bancário e de seguros globalmente considerariam mudar suas contas para Google, Amazon ou Facebook se as gigantes do Vale do Silício oferecessem serviços financeiros, segundo uma nova pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

A pesquisa da empresa de consultoria Accenture, apontou que entre 32.715 pessoas questionadas em 18 países há uma ampla demanda de consumidores para que bancos e seguradoras usem serviços de consultoria de robôs, ou softwares movidos por inteligência artificial ou menos intervenção humana.

No Brasil, 50 por cento dos entrevistados disseram que estariam dispostos a mudar suas contas pessoais. Na Indonésia e na Itália, 47 e 42 por cento dos entrevistados, respectivamente, disseram que mudariam suas contas.

Mas segundo a pesquisa, se as gigantes da tecnologia oferecessem esses serviços, 31 por cento dos entrevistados globais mudaria para o Google, Amazon ou Facebook para serviços bancários e 29 por cento mudariam para serviços de seguros.

Já uma tendência na indústria de gestão de recursos, bancos e empresas de investimentos estão cada vez mais montando ou comprando consultorias de robôs para assessoria automatizada de investimentos por meio de plataformas na internet a um custo menor do que consultores financeiros tradicionais.

"(Google, Amazon e Facebook) estão determinando os padrões nos termos de experiência aos consumidores e personalização", disse Piercarlo Gera, diretor executivo sênior da Accenture Financial Services. Consumidores olham para os bancos e veem uma lacuna, disse Gera.

(Por Elizabeth Dilts)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos