Escolha de Trump para o Pentágono diz que EUA precisam estar prontos para confrontar Rússia

Por Phil Stewart e Idrees Ali

WASHINGTON (Reuters) - A escolha do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, para liderar o Pentágono disse ao Congresso nesta quinta-feira que os EUA precisam estar prontos para confrontar o comportamento da Rússia em áreas onde os dois países não podem cooperar, mesmo que tenha apoiado a proposta de Trump de cooperar com Moscou.

Os comentários do general da reserva dos Fuzileiros Navais James Mattis em respostas escritas às perguntas do Congresso devem definir o tom para a audiência de confirmação do Comitê de Serviços Armados do Senado, que teve início às 12h30 (horário de Brasília).

"Nos comprometemos com a Rússia mesmo durante os dias mais sombrios da Guerra Fria e apoio o desejo do presidente eleito de se comprometer com a Rússia agora", escreveu Mattis.

"Ao mesmo tempo, quando identificamos outras áreas onde não podemos cooperar, devemos confrontar o comportamento da Rússia, e nos defender caso a Rússia escolha agir contrariamente aos nosso interesses."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos