Premiê italiano deve deixar hospital até o fim da semana, dizem médicos

ROMA (Reuters) - O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, tem uma recuperação excelente depois de passar por um procedimento no coração, e a expectativa é que ele seja liberado do hospital até o fim da semana, disseram os médicos nesta quinta.

Gentiloni, de 62 anos, que assumiu o cargo no mês passado, passou por uma angioplastia de emergência, uma intervenção que alarga uma veia ou artéria obstruída ou estreita, para desbloquear um vaso sanguíneo do coração na terça-feira.

Exames de sangue e cardíacos mostraram que Gentiloni estava progredindo bastante bem, “e dessa forma ele deve ser liberado até o fim da semana”, disse um boletim médico divulgado pelo hospital Gemelli em Roma.

(Reportagem de Gavin Jones)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos