Importação de minério pela China cai em dezembro, mas tem recorde em 2016

PEQUIM (Reuters) - As importações de minério de ferro pela China caíram 8 por cento em dezembro ante um recorde no ano anterior em meio à fraqueza sazonal na demanda por aço, mas as compras para o ano alcançaram uma máxima histórica e podem continuar fortes em 2017.

Enquanto o total de 2016 reflete a forte demanda chinesa pela matéria-prima para a produção de aço, ele também demonstra a aumento na disponibilidade da oferta global, deslocando a produção chinesa de maior custo.

As importações subiram 7,5 por cento para 1,024 bilhão de toneladas em 2016, mostraram dados da Administração Geral de Alfândega, à medida que medidas de estímulo econômico sustentaram a demanda de aço no maior consumidor do mundo, mesmo com o governo combatendo o excesso de capacidade.

Para dezembro, as importações de minério de ferro alcançaram 88,95 milhões de toneladas, 3,2 por cento abaixo do importado em novembro e do recorde mensal de 96,26 milhões de toneladas estabelecido em dezembro de 2015. A importação de dezembro ainda foi a terceira maior para 2016.

A demanda por aço normalmente cai nos meses frios de inverno.

"Estamos prevendo que a produção de aço bruto suba cerca de 1 por cento em 2017 e esperaríamos que a demanda chinesa por minério de ferro crescesse em um nível similar", disse o chefe de pesquisa da CLSA, Andrew Driscoll.

(Por Josephine Mason e Manolo Serapio Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos