Preços caem por preocupações com economia da China e dúvidas sobre Opep

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo caíram nesta sexta-feira e fecharam a semana com queda de 3 por cento por dúvidas ainda existente sobre a extensão dos cortes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Também pesaram sobre o sentimento do mercado preocupações com a saúde econômica da China, segundo maior consumidor de petróleo do mundo, após o país reportar a maior queda em suas exportações em geral desde 2009.

O recorde de importações de petróleo da China em dezembro, de 8,6 milhões de barris por dia, ajudou a sustentar os preços de alguma forma, disseram operadores, mas não conseguiu aliviar os temores sobre a saúde geral da segunda maior economia do mundo.

O petróleo Brent fechou em queda de 0,56 dólar a 55,45 dólares por barril, encerrando a semana em queda de quase 3 por cento.

O petróleo dos EUA caiu 0,64 dólar e encerrou a 52,37 dólares por barril, também registrando queda semanal de quase 3 por cento.

"A China agora parece mais interessada em manter capital dentro do país ao invés de focar no crescimento no geral" disse o analista da Price Futures Groups em Chicago, Phil Flynn.

"Precisamos acompanhar os desdobramentos dessa situação, porque isso é uma ameaça ao que parecia ser um cenário altista para o petróleo no próximo ano."

(Por Devika Krishna Kumar; reportagem adicional de Ahmad Ghaddar e Henning Gloystein)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos