Política de "China única" é inegociável, diz Pequim aos EUA

XANGAI (Reuters) - O Ministério das Relações Exteriores da China informou neste sábado que o princípio de "China única" é a base política não negociável das relações entre China e Estados Unidos e pediu que as "partes relevantes" nos EUA reconheçam a sensibilidade da questão taiwanesa.

Os comentários, publicados no site do ministério, são resposta direta a comentários do presidente eleito Donald Trump em entrevista ao Wall Street Journal, na qual disse que a política de "China única" é negociável.

Os  Estados Unidos reconhecem Taiwan como parte de uma "China única" desde 1979, mas Trump gerou um protesto diplomático de Pequim ao aceitar um telefonema da presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, em 2 de dezembro, que ligou para parabenizá-lo pela vitória na eleição presidencial.

(Reportagem de John Ruwitch)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos