Bahrein executa três xiitas por ataque a bomba e recebe críticas

DUBAI (Reuters) - O Bahrein executou neste domingo três muçulmanos xiitas acusados de matarem três policiais em um ataque a bomba em 2014, nas primeiras execuções do tipo em mais de duas décadas, gerando condenações por parte de autoridades estrangeiras na região e além.

Ativistas no Bahrein reagiram com raiva à ação, chamando-a de "dia negro" para o reino do Golfo Árabe e postando imagens de manifestantes em confronto com a polícia nas redes sociais. A Reuters não conseguiu verificar os protestos.

As execuções ocorrem menos de uma semana após a mais alta corte do país confirmar a punição contra Abbas al-Samea, 27, Sami Mushaima, 42, e Ali al-Singace, 21, considerados culpados pela morte de um policial dos Emirados Árabes e dois policiais do Bahrein.

O Irã, forte crítico do governo do Bahrein liderado por sunitas, chamou as punições de "imprudentes".

"O governo do Bahrein demonstrou que não busca uma resolução pacífica e uma saída para a crise", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Bahram Oasemi, citado pela agência de notícias oficial IRNA.

Tais execuções são extremamente raras na pequena ilha do Golfo Árabe. O último caso semelhante envolvendo um xiita bareinita ocorreu em 1996.

O secretário britânico de Relações Exteriores, Boris Johnson, disse em comunicado que a Grã-Bretanha se opõe à pena de morte e "levantou a questão com o governo bareinita."

A maioria xiita da população do Bahrein tem acusado há décadas os governantes sunitas de discriminação em relação a trabalho, moradia e voz política. O Bahrein disse que o vizinho xiita Irã tem apoiado a violência no reino em uma tentativa de ampliar sua influência, acusação que Teerã nega.

(Reportagem de Noah Browning, Katie Paul e Omar al-Fahmy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos