Bomba mata três policiais no sudeste da Turquia, dizem fontes de segurança

DIYARBAKIR, Turquia (Reuters) - Três policiais turcos morreram e nove ficaram feridos devido à explosão de uma bomba em uma via que atingiu um ônibus da polícia que passava pelo local na província de Diyarbakir, de maioria curda, no sudeste do país, nesta segunda-feira, disseram fontes de segurança.

A bomba foi detonada no momento em que o ônibus que levava tropas de choque passavam por uma área perto do campus da Universidade Dicle, em Diyarbakir, de acordo com as fontes. Entre os feridos três estão em situação grave, segundo as fontes.

Não houve reivindicação de responsabilidade de imediato para o ataque, mas o grupo militante Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) já assumiu no passado a autoria de ataques similares contra policiais e soldados.

As forças de segurança turcas têm sido alvo de ataques de militantes curdos, em especial no sudeste do país, desde o colapso de um cessar-fogo com o PKK em julho de 2015, após dois anos e meio de trégua.

O PKK, que busca autonomia para sua região, travou uma insurgência de três décadas no sudeste da Turquia, onde mora a maioria dos 15 milhões de curdos do país, e mais de 40.000 pessoas, principalmente curdos, morreram.

(Reportagem de Tuvan Gumrukcu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos