Petrobras abre programa interno para readequar força de trabalho

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras ofertou aos seus funcionários, neste mês, mais de 500 oportunidades de transferências internas, por meio de uma nova etapa de seu programa chamado Mobiliza, que tenta adequar o efetivo às necessidades da companhia, informou a petroleira à Reuters.

Uma das missões atuais do Mobiliza será suprir, por exemplo, uma demanda da região de Santos, que passa por um crescimento devido ao desenvolvimento das áreas do pré-sal, onde está o principal foco da empresa.

A iniciativa, que passará a oferecer vagas internas de forma permanente e não mais em períodos específicos como era feito anteriormente, ocorre enquanto a Petrobras busca redução de custos e aumento da rentabilidade, buscando maior eficiência.

Por meio do programa, ao identificar a necessidade de pessoal, cada gerência poderá publicar oportunidades aos empregados, que por sua vez poderão se candidatar e se submeter a uma pré-seleção interna, que consiste em análise de currículo e entrevistas.

"Na abertura do processo, foram disponibilizadas mais de 500 oportunidades de movimentação... O fato de ser permanente confere agilidade ao processo", afirmou a empresa em nota.

Entre 2013 e 2016, segundo a Petrobras, aconteceram onze ciclos do Programa Mobiliza, que movimentaram, ao todo, 2.035 empregados.

(Por Marta Nogueira)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos