Putin diz duvidar que Trump tenha encontrado prostitutas em Moscou

Por Denis Dyomkin

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira duvidar que o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, tenha encontrado com prostitutas em uma quarto de hotel em Moscou há vários anos, se referindo a um dossiê cuja autenticidade não foi verificada e que foi publicado na semana passada, que Trump classificou de "notícia falsa".

"Trump chegou e imediatamente correu para se encontrar com prostitutas de Moscou. É um homem adulto e, a parte disso, é um homem que por muitos anos participou da organização de concursos de beleza. Ele socializou com as mulheres mais bonitas do mundo", disse Putin ao responder uma pergunta de um repórter da agência de notícias Life, favorável ao Kremlin, sobre se ele tinha arquivos e vídeos sugerindo que Trump encontrou prostitutas.

"Acho difícil acreditar que ele tenha corrido para um hotel para se encontrar com nossas garotas de responsabilidade social reduzida", disse Putin em entrevista coletiva em Moscou ao lado do presidente da Moldávia, Igor Dodon.

Trump, um empresário de Nova York que tomará assumirá a Presidência dos EUA na sexta-feira, minimizou relatos de que a Rússia teria informações comprometedoras contra ele como "notícia falsa" e "material de araque".

A Reuters não verificou de forma independente as alegações contidas no dossiê.

A informação foi resumida em uma relatório de inteligência dos EUA apresentado a Trump e ao atual presidente norte-americano, Barack Obama, neste mês. James Clapper, diretor de Inteligência Nacional, disse que o dossiê não foi produzido por agências de inteligência dos EUA e que esses órgãos não determinaram se as informações contidas no documento são confiáveis.

Putin disse ser um "total absurdo" imaginar que a inteligência russa tenha seguido Trump para reunir material comprometedor contra ele e reiterou que nunca encontrou o presidente eleito dos EUA.

"Trump, quando veio para Moscou, e eu não consigo lembrar quando foi isso... ele não era qualquer tipo de figura política. Sequer sabíamos das ambições políticas dele", disse Putin.

"Alguém acha que os serviços especiais vão perseguir todo bilionário americano? É claro que não, isso é um absurdo total."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos