Rachid reforça prioridade para reforma tributária e defende ICMS como um dos primeiros temas

BRASÍLIA (Reuters) - O Secretário da Receita, Jorge Rachid, reforçou nesta quarta-feira que a reforma tributária é um tema importante na agenda do governo neste ano e defendeu que o ICMS seja um dos primeiros temas a ser enfrentados, já que é um tributo que envolve os Estados e o Distrito Federal.

Para Rachid, o ideal seria que todos os entes federativos convergissem para uma “obrigação tributária estadual única”. Ele ponderou, no entanto, que a simplificação tributária não é um “grande evento”, mas um “processo”.

“É uma agenda importante que nós temos que enfrentar. O presidente (Michel Temer) já colocou isso, tanto o presidente como o ministro Meirelles já colocou isso na nossa agenda para este ano”, disse Rachid, após cerimônia de lançamento do programa "Empreender Mais Simples - Menos Burocracia - Mais Crédito".

Em discurso no evento, Temer reafirmou sua intenção de tocar a reforma tributária, depois de aprovado o limite dos gastos públicos e o encaminhamento das reformas da Previdência e trabalhista.

“Já que essas reformas estão encaminhadas, vamos para uma outra reforma que é a simplificação do sistema tributário”, disse o presidente.

Temer já havia falado da reforma tributária durante um balanço das ações do governo no final do ano passado.

 

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos