Temer lança programa para pequeno empresário e defende medidas microeconômicas

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Michel Temer lançou nesta quarta-feira um programa para facilitar o acesso de pequenos empresários ao crédito, e defendeu as medidas microeconômicas que vêm sendo adotadas pelo governo para trazer resultados mais rápidos para o país.

"Uma coisa é a macroeconomia, que de fato deve ser reformulada, como vem sendo reformulada, mas produz efeitos em um prazo um pouco mais longo, um pouco mais distante", disse Temer no lançamento do Programa Empreender Mais Simples – Menos Burocracia – Mais Crédito.

"A microeconomia não, a microeconomia produz resultados imediatos e é isso que nós queremos", acrescentou o presidente.

O novo programa, mais um de uma série de medidas microeconômicas anunciadas recentemente, disponibiliza 8,2 bilhões de reais do Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT) e pretende atingir cerca de 40 mil empresas em dois anos.

Além disso, prevê investimento de 200 milhões de reais para a melhoria e desenvolvimento de 10 sistemas para desburocratizar a gestão de empresas. O plano é uma parceria do governo federal com o Sebrae e o Banco do Brasil.

REFORMAS

O presidente aproveitou o discurso para voltar a defender as reformas propostas pelo governo. Admitindo que as alterações na Previdência são duras e difíceis, Temer disse esperar uma grande discussão sobre o tema entre o Congresso e a sociedade.

"A reforma da Previdência, convenhamos que é pesada e dura e difícil, eu sei, mas é indispensável", disse. "Nós estamos mandando ao Congresso para que o Congresso discuta a matéria mais ampla e largamente com a sociedade brasileira".

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos