Temer lamenta morte de Teori e decreta luto oficial por três dias

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira ter recebido "com profundo pesar" a notícia da morte do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), e anunciou que decretou luto oficial por três dias em uma "modesta homenagem" ao magistrado que classificou como "um homem de bem".

Teori, relator da operação Lava Jato no STF, morreu em um acidente aéreo no litoral do Estado do Rio de Janeiro. Havia expectativa de que o ministro decidisse em fevereiro se homologaria ou não os acordos de delação premiada com 77 executivos da Odebrecht na Lava Jato.

Cabe a Temer, como presidente da República, indicar um novo nome para o Supremo que assumirá a vaga deixada por Teori. O nome indicado pelo presidente precisará ser aprovado pelo Senado.

(Reportagem de Marcela Ayres)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos