Tite usará amistoso com Colômbia para observação e diz que resultado "pouco importa"

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Apesar do caráter amistoso da partida do Brasil com a Colômbia em homenagem à Chapecoense, o técnico Tite disse nesta quinta-feira que espera observar alguns atletas e minimizou a importância do resultado.

Com jogadores que atuam em 14 times do Brasil, Tite convocou 23 atletas para o amistoso contra a Colômbia, na semana que vem, em memória às vítimas da tragédia envolvendo a queda de avião que levava o time da Chapecoense no ano passado.

“Esse jogo é uma possibilidade verdadeira e real de observação. Vamos levar em consideração (para futuras convocações)”, disse Tite a jornalistas. "Com toda homenagem que tem, é um jogo competitivo e não posso retirar a ambição do atleta e a possibilidade de crescimento...há possibilidade de nova convocação.”

A lista de convocados tem jogadores dos principais clubes brasileiros, incluindo os quatro grandes do Rio de Janeiro --Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense--, local do amistoso no estádio Engenhão, na quarta-feira. A renda do jogo será revertida aos familiares das vítimas do acidente aéreo na Colômbia.

Impressionado com os atos de solidariedade e com homenagens feitas pelo povo colombiano após a tragédia, o treinador brasileiro afirmou que o resultado do amistoso “pouco importa” para ele. O Brasil está invicto desde que o treinador assumiu a seleção brasileira no ano passado.

“Se tivesse um jogo que eu entrasse no campo e sentisse que deveria ser um empate, esse era o jogo. Porque é muito maior que é o da grandeza humana e não do senso competitivo”, afirmou Tite.

Foram convocados apenas jogadores dos clubes brasileiros, que estão em fase de pré-temporada, uma vez que o amistoso será disputado fora das datas reservas pela Fifa para amistosos internacionais, o que significa que os clubes europeus não seriam obrigados a liberar seus atletas.

A comissão técnica do Brasil chegou a contatar cerca de 50 jogadores de diversos clubes brasileiros até chegar à lista final de 23 atletas. Na conversa, a comissão técnica obteve informações sobre o nível físico dos atletas para que não houvesse prejuízo no condicionamento de cada jogador.

“Um critério (para convocar) foi o de todos poderem estar presentes na sequência. Não vejo idade como impeditivo, mas vejo desempenho, performance como critério”, disse Tite.

O técnico já vinha monitorando alguns dos convocados para o jogo da Amizade, mas não tinham sido chamados em razão dos compromissos por seus clubes. Esses foram os casos, por exemplo, de jogadores como Dudu (Palmeiras), William Arão (Flamengo) e Gustavo Scarpa (Fluminense).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos