Trabalhador britânico morre após acidente em construção de estádio da Copa no Catar

DOHA (Reuters) - Um britânico morreu enquanto trabalhava na construção de um estádio para a Copa do Mundo de 2022 no Catar, disseram autoridades.

Uma investigação será realizada para determinar a causa da morte, informou em comunicado o Conselho Supremo para Entrega e Legado, responsável pela infraestrutura da Copa do Mundo. 

O homem de 40 anos morreu na quinta-feira no Estádio Internacional Khalifa, segundo a entidade, que não deu mais detalhes.

A joint venture Midmac-Six Construct disse em comunicado que o acidente aconteceu enquanto o trabalhador estava em uma passarela suspensa projetada para gerenciar funções técnicas relacionadas a instalações de som e iluminação.

“Uma das gruas de alavanca que davam apoio à plataforma falhou, causando a queda do trabalhador, que estava vestindo seu equipamento de segurança, incluindo o cabo de proteção. Infelizmente, o fio se rompeu durante a queda e levou ao resultado fatal”, disse a companhia, acrescentando que estava investigando os motivos do rompimento do cabo. 

Os esforços do Catar para se tornar o primeiro país árabe a sediar uma Copa do Mundo têm sido manchados por acusações de grupos de direitos humanos sobre condições de trabalho, incluindo alegações de que trabalhadores são forçados a viver sob más condições e a trabalhar sem acesso a água ou abrigo do forte sol. 

O reino árabe nega explorar trabalhadores e diz estar implementando reformas trabalhistas.

(Por Tom Finn)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos