Presidenciável francês diz que sanções contra Rússia são sem sentido e diálogo é necessário

BERLIM (Reuters) - As sanções da União Europeia contra a Rússia são sem sentido, disse nesta segunda-feira o candidato presidencial francês líder das pesquisas, François Fillon, durante visita a Berlim, alertando para os riscos de Rússia e Estados Unidos firmarem laços que excluam a União Europeia.

Fillon, um conservador, disse que um gesto da Rússia seria necessário antes da retirada das sanções, acrescentando que a Ucrânia também não está fazendo o que seria necessário para garantir a paz.

"Estou convencido de que sanções econômicas são totalmente ineficientes", disse Fillon a repórteres após se encontrar com a chanceler alemã, Angela Merkel, em Berlim. "Precisamos encontrar outra forma de conversar".

"Eu não quero que Trump converse com a Rússia às nossas custas. Seria prejudicial para a Europa se Trump passasse por cima de nós, o que não é inconcebível", acrescentou.

(Reportagem de Sophie Louet)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos