Nortel tem caminho livre para sair da falência

Por Tom Hals

WILMINGTON (Reuters) - Juízes de Delaware e Canadá aprovaram nesta terça-feira um plano para pagar mais de 7 bilhões de dólares a credores da Nortel Networks, pondo fim a anos de litígio sobre a antiga empresa de telecomunicações que entrou em falência em 2009.

As decisões do juiz de falências Kevin Gross em Wilmington, Delaware, e Frank Newbould do Tribunal Superior de Justiça de Toronto encerram um dos mais longos e mais caros casos do chamado Chapter 11, marcados por batalhas sobre os fundos levantados pela liquidação da empresa.

Newbould lamentou que o "caso não tenha sido resolvido mais cedo sem a despesa adicional e atraso causado pelo litígio".

A decisão coordenada permitirá o reembolso de fornecedores, aposentados no Canadá, agências governamentais e fundos de investimento ainda este ano.

A Nortel foi uma das maiores fabricantes de equipamentos de telecomunicações do mundo, com 93 mil funcionários e valor de mercado de 250 bilhões de dólares no auge da bolha de internet nos anos 1990.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos