Real Madrid retira cruz cristã de escudo em acordo sobre uniforme no Oriente Médio

Por Alexander Cornwell

DUBAI (Reuters) - O escudo do Real Madrid será alterado para remover a tradicional cruz cristã para venda de materiais esportivos em alguns países do Oriente Médio, como parte de um acordo regional.

O grupo varejista Marka, dos Emirados Árabes Unidos, recebeu direitos exclusivos para "produzir, distribuir e vender produtos do Real Madrid", no país, Arábia Saudita, Catar, Kuweit, Bahrein e Omã, informou a companhia em comunicado nesta terça-feira.

O vice-diretor da Marka, Khaled al-Mheiri, disse à Reuters por telefone que o escudo será alterado por conta de sensibilidades culturais.

"Temos que ser sensíveis a partes do Golfo que são sensíveis a produtos que tem a cruz", disse al-Mheiri, que é dono de uma cafeteria do Real Madrid em Dubai.

Os seis países do Golfo Árabe para os quais o Marka venderá e distribuirá produtos do Real Madrid são de maioria muçulmana.

A nova versão do escudo recebe somente uma pequena mudança em relação à original, com uma cruz muito pequena no topo de uma coroa sendo retirada.

Esta não é a primeira vez que o símbolo é alterado. Em 2014, o Real Madrid removeu a cruz de seu escudo quando usava camisas com patrocínio do Banco Nacional de Abu Dhabi.

(Reportagem adicional de Richard Martin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos