Atriz iraniana não vai ao Oscar em protesto contra plano de Trump de proibir imigrantes

(Reuters) - A estrela do filme iraniano "O Apartamento", indicado ao Oscar, disse nesta quinta-feira que não participará da cerimônia de premiação no próximo mês devido à proposta do presidente norte-americano, Donald Trump, de proibir imigrantes de nações muçulmanas.

Taraneh Alidoosti, de 33 anos, atriz de Teerã, disse que a decisão de Trump é racista.

"A proibição de visto de Trump para os iranianos é racista, se isso vai incluir um evento cultural ou não, eu não vou ao #AcademyAwards 2017 em protesto", disse Taraneh no Twitter.

Um decreto que deverá ser assinado por Trump nos próximos dias bloqueará a entrada nos Estados Unidos de refugiados sírios e suspenderá a entrada de quaisquer imigrantes de países com maioria muçulmana, como Síria, Sudão, Somália, Iraque, Irã, Líbia e Iêmen.

Em "O Apartamento", Taraneh interpreta uma iraniana cuja vida se torna tensa ao participar de uma produção do clássico norte-americano "Death of a Salesman".

O filme, do diretor iraniano Asghar Farhadi, foi indicado na terça-feira ao Oscar de língua estrangeira e ganhou prêmios em festivais de Cannes, Chicago e Munique.

(Reportagem de Jill Serjeant em Nova York)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos