Fiat Chrysler diz que reduzirá quase pela metade dívida líquida em 2017

MILÃO (Reuters) - A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) planeja reduzir praticamente pela metade a dívida líquida este ano, muito mais do que o esperado, o que impulsionou suas ações nesta quinta-feira, à medida que a empresa corre para oferecer um plano de virada até o final do próximo ano.

Cortar a dívida tem sido uma parte importante desse plano, já que a maior montadora do mundo também pretende investir pesadamente em lucrativos SUVs e caminhões.

O grupo ítalo-americano disse que a dívida líquida cairá para menos de 2,5 bilhões de euros neste ano, já tendo reduzido a mesma para 4,6 bilhões de euros no final de 2016, superando a previsão média dos analistas de 4,9 bilhões.

A FCA disse que seu lucro ajustado antes de juros e impostos (Ebit, na sigla em inglês) e sua receita no quarto trimestre subiram ambos 1 por cento, praticamente em linha com as previsões.

Para 2017, a empresa disse que espera um Ebit ajustado de mais de 7 bilhões de euros, ante 6 bilhões de euros em 2016, com as vendas crescendo para 115 bilhões a 120 bilhões de euros, perto das metas de 2018.

(Reportagem de Agnieszka Flak)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos