Ações europeias encerram em baixa com UBS pressionando o setor bancário

MILÃO (Reuters) - As ações europeias recuaram nesta sexta-feira com o papel do UBS pressionando as ações do setor bancário depois de registrar uma queda no lucro anual, enquanto o papel do maior supermercado do Reino Unido, do Tesco, subiu após um acordo de aquisição de 3,7 bilhões de libras para comprar um fornecedor.

O índice pan-europeu STOXX 600 caiu 0,3 por cento, enquanto o FTSE 100, do Reino Unido, subiu 0,3 por cento, suportado pelo Tesco. A ação da empresa subiu 9,3 por cento depois de a companhia concordar em comprar a Booker, num acordo que consolida a sua posição dominante no Reino Unido.

As ações da Booker atingiram um recorde e foram a principal alta do índice STOXX, com um avanço de quase 16 por cento.

A ação do UBS, no entanto, caiu 4,5 por cento. O maior administrador de riqueza do mundo registrou um recuo de 47 por cento no lucro líquido em 2016, mas trouxe um tom mais otimista para 2017, com o lucro líquido do quarto trimestre acima das expectativas do mercado.

As perdas no UBS ajudaram a arrastar o índice de bancos da Europa, para uma queda de 0,8 por cento.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 0,29 por cento, a 1.446 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,32 por cento, a 7.184 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,29 por cento, a 11.814 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,56 por cento, a 4.839 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,57 por cento, a 19.329 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,09 por cento, a 9.504 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,58 por cento, a 4.609 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos