Ecclestone descarta criar categoria rival à Fórmula 1

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O ex-chefe comercial da Fórmula 1 Bernie Ecclestone descartou a especulação de que ele poderia criar uma categoria rival e disse que nunca iria querer minar o campeonato existente.

Em um comunicado à Reuters nesta sexta-feira, o britânico de 86 anos afirmou que queria esclarecer rumores que se espalharam depois que ele foi substituído pelo norte-americano Chase Carey na segunda-feira.

"Eu construí a categoria durante os últimos 50 anos, o que é algo de que me orgulho, e a última coisa que quero é vê-la prejudicada", declarou ele.

Ecclestone disse esperar que os fãs aprovem o fato de os novos proprietários da Fórmula 1, a Liberty Media, que completou sua aquisição na segunda-feira, pretendem colocar dinheiro de volta no esporte.

"O novo proprietário da empresa será capaz de realizar a administração de uma maneira diferente da maneira que eu fazia, que era produzir resultados financeiros para os acionistas, as ações normais de um executivo-chefe", disse ele.

A Liberty, de propriedade do magnata norte-americano da TV a cabo John Malone, tem uma visão de longo prazo para a categoria, e disse que pretende fazer a Fórmula 1 crescer nas Américas , trazendo uma audiência nova e mais jovem, ao mesmo tempo que mantém as praças europeias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos