Popularidade de presidenciável francês Fillon despenca após acusações sobre esposa

PARIS (Reuters) - Cerca de 61 por cento dos eleitores têm uma opinião negativa do candidato presidencial francês conservador François Fillon, de acordo com uma pesquisa de opinião realizada depois da publicação de alegações de que ele remunerou a esposa por um emprego falso.

A sondagem do instituto Odoxa mostrou que 38 por cento dos entrevistados têm uma boa opinião de Fillon -- uma queda de 16 pontos percentuais desde uma pesquisa similar conduzida em novembro, informou o Odoxa.

Na quarta-feira, o semanário Le Canard Enchainé noticicou que Pénélope Fillon recebeu 600 mil euros para atuar como assistente parlamentar do marido e, depois, de seu sucessor na Assembleia Nacional, bem como por um trabalho para um jornal cultural.

Fillon nega qualquer irregularidade e classificou as alegações de "abjetas".

O levantamento foi realizado online na quinta-feira com 1.012 pessoas.

(Por Ingrid Melander)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos