Trump e Putin devem discutir "terrorismo" e outros pontos em telefonema, diz assessora da Casa Branca

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, provavelmente irão discutir uma série de assuntos em uma ligação telefônica, incluindo esforços no combate ao "terrorismo", disse uma assessora sênior da Casa Branca em entrevista nesta sexta-feira.

Perguntada sobre o telefonema marcado sábado, Kellyanne Conway disse ao programa "This Morning", da rede CBS: "Imagino que eles irão discutir, nos interesses de seus respectivos países, como se juntar e trabalhar juntos em questões onde você pode encontrar senso comum e onde essas duas nações podem talvez derrotar o terrorismo islâmico radical".

(Reportagem de Susan Heavey e Eric Walsh)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos