Facções sírias, incluindo ex-braço da al-Qaeda, anunciam aliança

BEIRUTE (Reuters) - Diversas facções islamitas da Síria, incluindo o ex-braço da al Qaeda no país, anunciaram neste sábado que estão juntando forças, no momento em que se acentuam os confrontos entre jihadistas e rebeldes mais moderados em áreas do noroeste do país.

O comunicado online divulgado pelas fações islamitas anunciou a formação do Hayat Tahrir al-Sham (Comitê de Libertação do Levante).

O texto diz que a aliança foi formada para reparar divisões entre grupos insurgentes e fortalecer a oposição ao governo de Damasco.

Os signatários são a Jabhat Fateh al-Sham, antiga al-Nusra, braço da al-Qaeda no país, e os grupos Nour al-Din al-Zinki, Liwa al-Haqq, Jaish al-Sunna e Jabhat Ansar al-Din.

A poderosa Fateh al-Sham lançou nesta semana ataques contra as facções mais moderadas a oeste de Aleppo e na província de Idlib, comandada por insurgentes, além de derrotar ao menos uma facção do Exército Livre da Síria.

Alguns grupos que lutam contra o ex-braço da al Qaeda também se uniram no início da semana sob outro poderoso grupo islamita ainda menos radical, o Ahrar al-Sham.

As duas alianças tácitas se formaram nos dois lados do conflito, enquanto alguns outros grupos permaneceram fora de cada campo, o que mostra a profunda cisão entre a seção jihadista da insurgência que luta contra o presidente Bashar al-Assad, e os mais moderados, apoiados por grupos e países estrangeiros.

(Por John Davison)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos