Indicador do Social Democrata a chanceler alemão diz lutará contra desigualdade

BERLIM (Reuters) - O ex-presidente do Parlamento Europeu Martin Schulz, indicado para liderar o partido alemão Social Democrata contra a chanceler Angela Merkel, afirmou neste domingo que lutará por mais igualdade e para superar as "profundas divisões" na Alemanha.

Schulz disse a uma multidão de mais de mil pessoas no escritório do partido em Berlim que lutará por regras tributárias mais justas e para garantir que a população em áreas rurais tenha os mesmos benefícios das cidades grandes.

Ele também pediu maior solidariedade na Europa em relação à questão dos imigrantes.

(Reportagem de Andrea Shalal)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos