Agência de refugiados da ONU espera retomada em breve de transferência aos EUA

GENEBRA (Reuters) - A agência de refugiados da Organização das Nações Unidas manifestou alarme nesta segunda-feira sobre a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de suspender a entrada de refugiados, afirmando que apenas esta semana 800 pessoas se preparavam para fazer dos EUA seu novo lar.

Estima-se que 20.000 refugiados em "circunstâncias precárias" seriam transferidos para os Estados Unidos durante os 120 dias cobertos pela suspensão anunciada na última sexta-feira, disse o alto comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) em comunicado.

"Os refugiados estão ansiosos, confusos e com o coração partido por esta suspensão, no que já é um longo processo", afirmou.

"Aqueles aceitos para o reassentamento nos Estados Unidos, após um rigoroso processo de rastreamento de segurança dos EUA, estão chegando para reconstruir suas vidas com segurança e dignidade. O Acnur espera que eles possam fazê-lo o mais rápido possível", completou.

Na ação mais abrangente que adotou desde que assumiu no dia 20 de janeiro, Trump aprovou na sexta-feira uma proibição de quatro meses à entrada de refugiados nos EUA e sustou temporariamente o ingresso de viajantes da Síria e de seis outros países de maioria muçulmana.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos