Ataque deixa 6 mortos e 8 feridos em mesquita no Canadá; premiê condena ato "terrorista"

Por Kevin Dougherty

CIDADE DE QUEBEC, Canadá (Reuters) - Atiradores mataram seis pessoas e deixaram oito feridas em um ataque dentro de um mesquita na Cidade de Quebec, no Canadá, durante orações na noite de domingo, em um ato que o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, chamou de um "ataque terrorista contra muçulmanos".

A polícia informou que dois suspeitos foram presos, mas não deu detalhes sobre eles ou motivos do ataque.

"Seis pessoas foram confirmadas mortas - elas têm entre 35 e 70 anos", disse a porta-voz da polícia da província de Quebec, Christine Coulombe, a repórteres, acrescentando que oito pessoas ficaram feridas e 39 não tiveram ferimentos.

O líder da mesquita, Mohamed Yangui, que não estava dentro do local quando o ataque a tiros ocorreu, disse que recebeu ligações de pessoas que estavam nas orações noturnas.

"Por que isto está acontecendo aqui? Isto é selvagem", disse.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, disse em comunicado: "Condenamos esse ataque contra muçulmanos em um centro de adoração e refúgio".

"Muçulmanos-canadenses são uma parte importante de nosso pano cultural, e esses atos sem sentido não têm lugar em nossas comunidades, cidades e país".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos