PUBLICIDADE
Topo

Obama discorda de discriminação com base na religião, diz porta-voz

30/01/2017 18h19

(Reuters) - O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama está animado com o ativismo político que vê em todo o país e discorda da discriminação contra pessoas com base na religião, disse um porta-voz nesta segunda-feira.

Kevin Lewis, porta-voz de Obama, afirmou que o ex-presidente que deixou o cargo há dez dias "discorda fundamentalmente da noção de discriminar os indivíduos por causa de sua fé ou religião".

"Os cidadãos que exercem seu direito constitucional de se reunir, organizar e ter suas vozes ouvidas por seus representantes eleitos são exatamente o que esperamos ver quando os valores americanos estão em jogo", disse Lewis.

Segundo ele, Obama estava "animado pelo nível de engajamento que está ocorrendo em comunidades ao redor do país".

(Reportagem de Timothy Ahmann)