Exxon aumenta orçamento para investimentos, mas lucro cai com baixa contábil

HOUSTON (Reuters) - A Exxon Mobil, maior petroleira de capital aberto do mundo, anunciou nesta terça-feira um aumento de cerca de 14 por cento no orçamento para investimentos em 2017, em uma aposta na continuidade da alta dos preços do petróleo, mas o lucro trimestral da companhia foi o pior desde 1999 devido a uma baixa contábil bilionária.

A petroleira disse que irá aumentar os investimentos para cerca de 22 bilhões de dólares neste ano, ante 19,3 bilhões de dólares em 2016. A medida ocorre após outras empresas, como a Chevron e a Hess Corp, aumentarem os orçamentos de investimentos para o ano.

Mas a Exxon Mobil apresentou nesta terça-feira seu pior lucro trimestral em anos principalmente devido a uma baixa contábil de 2 bilhões de dólares realizada pela companhia devido à compra em 2009 da produtora de gás natural XTO Energy, em um negócio então avaliado em 30 bilhões de dólares.

A baixa contábil é um reconhecimento tácito da Exxon de que os preços do gás natural não deverão subir substancialmente no curto prazo.

O lucro do quatro trimestre de 2016 caiu para 1,68 bilhão de dólares, ou 41 centavos por ação, ante 2,78 bilhões, ou 67 centavos por ação no mesmo período do ano anterior.

Desconsiderada a baixa contábil, a Exxon lucrou 90 centavos por ação, contra uma estimativa de 70 centavos por ação apontada em pesquisa da Thomson Reuters com analistas.

(Por Ernest Scheyder)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos