STF deve se manifestar sobre candidatura de Maia antes de eleição da Câmara

BRASÍLIA (Reuters) - São grandes as chances de o Supremo Tribunal Federal (STF) se manifestar sobre a candidatura à reeleição do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) antes do pleito marcado para as 9h do dia 2 de fevereiro, afirmou nesta terça-feira uma fonte com proximidade do assunto.

Segundo a fonte, os processos que tratam do tema já se encontram com o relator, Celso de Mello, que pode inclusive decidir em caráter limiar se a candidatura de Maia fere a Constituição.

Adversários do democrata argumentam que o texto constitucional veda a reeleição do presidente da Câmara em uma mesma Legislatura --período de quatro anos para o qual o conjunto de deputados foi eleito. Maia, por sua vez, afirma que não há proibição expressa para o seu caso, eleito para um mandato tampão.

Em oficio encaminhado nesta terça-feira ao STF, Maia afirma que o tema é uma questão interna corporis e alerta para uma possível violação do princípio da separação dos Poderes e que caberia à Câmara decidir sobre a eleição de sua Mesa.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos