EUA advertem Irã por teste com míssil balístico

WASHINGTON (Reuters) - O conselheiro de segurança nacional do presidente norte-americano Donald Trump, Michael Flynn, disse que os Estados Unidos advertiram oficialmente o Irã nesta quarta-feira por causa de sua "atividade desestabilizadora", depois que o país testou um míssil balístico no fim de semana.

"A partir de hoje, estamos oficialmente colocando o Irã em advertência", disse Flynn em um briefing na Casa Branca, sem explicar exatamente o que isso significava.

Flynn afirmou que o lançamento de míssil balístico no domingo ocorreu em desafio a uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, que exortou o Irã a não realizar qualquer atividade relacionada a mísseis balísticos projetados para levar armas nucleares.

O Ministério da Defesa do Irã informou nesta quarta-feira que o país testou um novo míssil, mas acrescentou que o lançamento não violou o acordo firmado com potências mundiais sobre o programa nuclear iraniano e nem uma resolução do Conselho de Segurança da ONU em apoio ao pacto.

(Reportagem de Roberta Rampton)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos