Ministro Edson Fachin é o novo relator de ações da Lava Jato no STF, informa Supremo

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro Edson Fachin foi definido por sorteio eletrônico, nesta quinta-feira, como o novo relator das ações decorrentes da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) em substituição a Teori Zavascki, morto em um acidente aéreo no mês passado.

Relator dos processos da Lava Jato no Supremo, Teori morreu no dia 19 de janeiro na queda de um avião perto de Paraty (RJ), deixando uma interrogação sobre os rumos de uma das maiores operações do país envolvendo o meio político e empresarial.

A presidente do STF, Cármen Lúcia, determinou o andamento dos trabalhos apesar da morte de Teori e, na segunda-feira, fez a homologação das delações de executivos da empreiteira Odebrecht, mas manteve o sigilo das colaborações.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos