Açúcar bruto sobe para máxima de 2 meses e meio na ICE; café robusta cai

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) - Os contratos futuros do açúcar bruto na ICE subiram para uma máxima de dois meses e meio nesta sexta-feira, por suporte de sinais de compras técnicas e expectativas por demanda da Índia, a maior consumidora do mundo, enquanto mercado teve sua maior alta semanal em quatro semanas.

Os contratos futuros do açúcar bruto encerraram em alta de 0,56 centavo, ou 2,7 por cento, a 21,11 centavos por libra-peso, atraindo uma onda de compras na janela de fechamento que desencadearam ordens automáticas de compra acima do nível chave de 21 centavos. Isso levou os preços para 21,4 centavos, a máxima desde meados de novembro para o primeiro contrato, que fechou a semana em alta de 3,8 por cento.

O açúcar branco para maio fechou em alta de 8,80 dólares, ou 1,6 por cento, a 555,70 dólares por tonelada.

Os futuros do robusta caíram para uma mínima de três semanas na sexta-feira, uma vez que fracos sinais técnicos associados com previsões de chuvas para a região de Minas Gerais, no Brasil, desencadearam vendas de especuladores, disseram operadores.

O café robusta para março fechou em queda de 8 dólares, ou 0,4 por cento, a 2.177 dólares por tonelada, após cair para 2.146 dólares, a mínima desde 11 de janeiro.

O café arábica para março encerrou em alta de 0,3 centavo, ou 0,2 por cento, a 1,4625 dólar por libra-peso, após cair para a mínima desde 10 de janeiro, a 1,447 dólar.

(Por Marcy Nicholson e Mariana Ionova; reportagem adicional de Chris Prentice)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos