Atividade industrial da China cresce pelo 7º mês, mas a ritmo mais lento, mostra PMI do Caixin

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial da China expandiu pelo sétimo mês seguido em janeiro, dando a Pequim mais espaço para lidar com os desequilíbrios crônicos da economia, embora o ritmo de crescimento tenha desacelerado ante dezembro, mostrou nesta sexta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI).

O PMI do Caixin/Markit para a indústria caiu para 51,0 de 51,9 em dezembro, contra expectativa de analistas de 51,8.

Apesar de ter ficado abaixo da estimativa, o PMI do Caixin mostrou que o setor industrial da China continuou com bom desempenho em janeiro, com as fábricas tendo o mais longo período de expansão desde 2011.

O subíndice de produção caiu a 51,3, contra 53,7 em dezembro, na mínima de quatro meses. A expansão das novas encomendas também caiu para a mínima de quatro meses, mas as novas encomendas de exportações avançaram no ritmo mais rápido desde setembro de 2014.

As empresas também continuaram a cortar o emprego para controlar custos, mostrou a pesquisa.

A pesquisa do Caixin tende a focar mais em pequenas e médias empresas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos