Empresas da zona do euro permanecem fortes no início de 2017, mostra PMI

LONDRES (Reuters) - As empresas da zona do euro iniciaram 2017 ampliando a atividade no mesmo ritmo recorde em vários anos que apresentaram em dezembro, e o crescimento mais rápido da demanda sugere que o momento favorável vai continuar, mostrou nesta sexta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI Composto final do IHS Markit permaneceu em 54,4, mesma taxa de dezembro. Esse é o nível mais alto desde maio de 2011 e superou a preliminar de 54,3.

O índice permanece acima da marca de 50 que separa crescimento de contração desde meados de 2013.

"A leitura é comparável a um crescimento do PIB a uma taxa trimestral de 0,4 por cento, indicando que a economia começa 2017 de maneira sólida", disse o economista-chefe do IHS Markit Chris Williamson.

O PMI para o dominante setor de serviços também repetiu a taxa de dezembro de 53,7, contra leitura preliminar de 53,6.

Os fornecedores de serviços permaneceram otimistas no mês passado e elevaram o número de funcionários no ritmo mais rápido desde julho. O índice de emprego subiu para 52,8 de 52,2.

(Reportagem de Jonathan Cable)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos