Diretor de La La Land vence prêmio do sindicato e aumenta expectativa para o Oscar

(Reuters) - Diretores de Hollywood escolheram Damien Chazelle como melhor diretor de 2016 por "La La Land", em cerimônia de gala no sábado, colocando o musical em forte posição para a maior premiação do cinema mundial, o Oscar, que acontece ainda neste mês.

O prêmio do Sindicato dos Diretores da América (DGA, na sigla em inglês) também escolheu Ezra Edelman como melhor documentarista por "O: Made in America", indicado para melhor documentário no Oscar.

Vencedores de DGAs passados foram com frequência vencedores do Oscar e viram seus filmes ganharem outros prêmios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

O diretor australiano Garth Davis venceu pela primeira vez o DGA pelo drama "Lion".

Foi a primeira vitória de Chazelle no DGA e sua primeira nomeação pelo que é seu terceiro filme, que recebeu um número recorde de 14 indicações ao Oscar no mês passado, incluindo melhor filme e melhor diretor para Chazelle.

Até agora os prêmios da indústria dos produtores e agora dos diretores foram para "La La Land", musical que se passa em Los Angeles, estrelando Ryan Gosling e Emma Stone, que agora parecem ser os favoritos do Oscar.

O Oscar será entregue em Hollywood em 26 de fevereiro para produtores, diretores, atores e atrizes em um programa televisivo visto ao redor do mundo que está entre os mais assistidos nos Estados Unidos.

O diretor Ridley Scott, vencedor do Oscar, recebeu um prêmio especial de conquistas ao longo da vida.

(Reportagem de Chris Michaud)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos