Alexandre de Moraes se licencia do Ministério da Justiça; secretário-executivo assume

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Alexandre de Moraes, indicado nesta segunda-feira para o Supremo Tribunal Federal (STF), vai se licenciar até ser sabatinado pelo Senado, assumindo em seu lugar o secretário-executivo, José Levi.

"A intenção é não misturar temas do ministério com as questões relativas à sua indicação, pelo presidente Michel Temer, para o posto de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)", informou em comunicado o Ministério da Justiça.

Moraes vai tirar uma licença por 30 dias e pretende se manter afastado do ministério até a sabatina do Senado Federal, que aprovará ou não a sua indicação.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos